Sobre ataques: SQL Injection

Sobre ataques: SQL Injection

Tem se tornado cada vez mais comum nos deparamos com inúmeras notícias de grandes empresas que se tornaram alvos de ataques cibernéticos, na qual dados foram roubados e vazados, ou até mesmo, tiveram que interromper seus serviços. Com o aumento no número de profissionais trabalhando na modalidade home office, e em muitos casos, sem conhecimento dos protocolos e dicas de Segurança digital, tivemos um aumento de 50% de ciberataques contra organizações em todo o mundo em 2021, segundo a Check Point Software Brasil. No Brasil, o levantamento apontou 62% de aumento de ciberataques por semana, em comparação com 2020 (967 ciberataques por semana, em média).

À medida que novas ameaças estão surgindo diariamente, conhecer e compreender como acontecem os principais tipos de ataques virtuais pode ser a diferença entre estar seguro ou se tornar uma vítima. E é por isso que precisamos continuar alertando sobre ameaças e ciberataques, como é o caso do ataque conhecido como “SQL Injection”.

Sobre o SQL Injection

Com uma tradução próxima a “injeção de SQL”, em português, como o próprio nome já indica, este tipo de ataque é baseado na manipulação do código SQL (Structured Query Language, ou “Linguagem de Consulta Estruturada”), que é a linguagem utilizada para troca de informações entre aplicativos e bancos de dados relacionais, extremamente popular e amplamente utilizada hoje em dia. Tal manipulação permite que o criminoso determine de que forma essa troca de informações irá acontecer. Ou seja, uma invasão bem-sucedida pode resultar em acessos não autorizados a informações confidenciais.

Devido ao altíssimo número de servidores e sites que utilizam bancos de dados, o SQL Injection  é considerado um dos métodos mais comuns e antigos de ataques. As ações dos criminosos podem variar, resultando em um simples processo de edição ou exclusão dos dados de alguma partição do banco. Especialmente em sites financeiros, é possível alterar saldos de contas e desviar dinheiro de forma ilícita. O ataque também permite executar ações em nome dos usuários afetados ou compilar logins comprometidos em uma lista maior para vender a outros cibercriminosos, que normalmente compram esses tipos de informações visando roubo de identidade e fraudes.

Como se proteger?

Adotar medidas de proteção é essencial para manter os dados de uma corporação ou sistema em segurança. Os ataques de SQL Injection acontecem em sistemas que estão vulneráveis, e é possível evitá-los por meio de práticas de Segurança, tais como:

Usar logs de segurança em seu servidor. Os logs de segurança são responsáveis por reportarem tentativas de comandos indevidos. É de extrema importância que ele seja verificado periodicamente, para garantir que as informações estão sendo capturadas.

 ● Não permitir que a conexão com o servidor SQL seja feita com usuários genéricos. Proprietários ou administradores do banco devem ter usuários específicos e acessos exclusivos.

 ● Mantenha as credenciais do banco de dados separadas e criptografadas. Dê preferência a um arquivo separado e criptografado para a armazenagem. Ele vai prover mais segurança e, no mínimo, dificultar o trabalho dos criminosos.

Descubra qual a melhor solução para o seu negócio

Quer conhecer e corrigir as vulnerabilidades e falhas dos seus sistemas? A XLabs Security conta com uma equipe de pesquisadores de ameaças, especializados em encontrar vulnerabilidades, desde as mais comuns às mais complexas, trabalhando para manter os seus sistemas protegidos. Fale agora mesmo com um de nossos especialistas.



Gostou do artigo? Compartilhe.

Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp

Faça parte da nossa lista de emails!