Como a pandemia agravou os ciberataques à área da saúde

pandemia-agravou-ciberataques-area-da-saude-xlabs-post

Com a intensificação da pandemia no mundo todo, os casos de ciberataques à área da saúde têm sido frequentes. É preciso muito cuidado, pois tende a aumentar cada vez mais, por isso é importante agir de forma preditiva.

O relatório anual da IBM Security de 2020 levantou que o segmento que registra os maiores custos resultantes das violações de dados é o de assistência médica. Mesmo sendo uma área tão necessária no período em que vivemos, os criminosos não medem esforços para realizar ciberataques à área da saúde.

Como os processos se tornam cada vez mais digitais, é aí que os criminosos se aproveitam. É muito comum pacientes receberem mensagens de marcação de consulta, confirmação de agenda, resultados de exames e até consultas via telemedicina.

Para os cibercriminosos se torna muito mais simples cometer qualquer tipo de ataque, pois eles utilizam um tipo de software (chamado de ransomware) e dessa forma executam os bloqueios de dados de clínicas ou hospitais em troca de dinheiro – custa em média US$ 7,13 milhões por cada ataque. Sem contar o dano irreparável de vazar dados confidenciais de pacientes.

Aqui na XLabs trabalhamos com grandes laboratórios e hospitais de forma contínua para manter os dados dos pacientes seguros, pois nossos parceiros da área da saúde entendem que a cibersegurança não é um custo e sim um ganho, tanto para eles quanto para seus pacientes.

Separamos a seguir algumas dicas de proteção:

• Mantenha seus sistemas sempre atualizados e configurados;

• Envolva toda a empresa na cultura de cibersegurança, para que eles estejam cientes que não podem abrir qualquer link, que devem ter senhas fortes e fiquem alerta sobre todo e qualquer e-mail;

• Teste o nível de segurança de seus sistemas antes de lançar no mercado, através de Análises de Vulnerabilidades e o mais recomendado, o Pentest;

• Treine sua equipe de trabalho: todos os níveis são vulneráveis, desde a recepcionista até o Diretor de TI. Engaje seus colaboradores em treinamentos, palestras, cursos, fale sobre segurança;

• Tenha sempre sistemas atuais de segurança, sejam eles: Firewall, WAF, Antivírus, entre outros. 

É imprescindível que as organizações tenham conhecimento dos riscos e vulnerabilidades reais para evitar problemas futuros. Contrate sempre profissionais experientes para o fornecimento de suporte necessário. Se você estiver sob ataque entre em contato conosco agora mesmo pelo número 0800 591 2607, ou se quiser apenas tirar suas dúvidas, conhecer nossas soluções para a área de saúde ou fazer um teste, entre em contato e fale com um de nossos especialistas.



Gostou do artigo? Compartilhe.

Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp

Faça parte da nossa lista de emails!