Economia digital x Cibersegurança: entenda a relação e tendências!

xlabs-artigo-economia-digital-e-ciberseguran__a-blog_720

Já parou para pensar em tudo o que conseguimos realizar hoje por meio de aplicativos, plataformas e sites? Praticamente tudo, concorda? Pedir comida, táxi, realizar investimentos, pagar contas, encontrar pessoas, trocar de carro, alugar um imóvel… enfim, tudo atualmente pode ser feito a partir de nossos dispositivos móveis ou notebooks.
Toda essa transformação tecnológica referente a um novo modelo de economia digital, sem dúvidas, agrega uma infinidade de valores e vantagens práticas à rotina das pessoas e a tendência é que isso se expanda a cada dia.
Por outro lado, ainda um pouco desconhecido e ignorado por muita gente, os riscos e perigos de ciberataques aumentam paralelamente nesse cenário, o que gera um alerta cada vez maior sobre a segurança e privacidade dos usuários nos ambientes virtuais. E é justamente por isso que, hoje, nós preparamos este artigo, destacando a relação direta entre o crescimento da economia digital e a importância do investimento em cibersegurança nesses tempos, trazendo dicas, tendências e informações úteis sobre o tema.
Vamos conferir?

Afinal, qual a relação entre Economia Digital x Cibersegurança?

Como bem resumimos acima, a facilidade e a praticidade agregadas pelo crescimento da economia digital em nossas rotinas são indiscutíveis e, sem dúvidas, esse é um caminho sem volta para os mercados atuais.
Em contrapartida, da mesma forma em que novas soluções digitais surgem, os perigos de ciberataques aumentam em paralelo, colocando em risco os dados e informações de pessoas e empresas, o que pode gerar prejuízos incalculáveis para esses negócios. Para se ter uma ideia, só no período da pandemia, houve um aumento de mais de 300% nas tentativas de ataques virtuais a empresas brasileiras, alguns deles concretizados e que resultaram em custos, processos e vazamentos de dados de milhões de pessoas. Mesmo sites governamentais passaram por problemas semelhantes recentemente, como o caso do mega vazamento de dados no início do ano, que expôs informações de mais de 223 milhões de cidadãos nas redes.



O que esperar para o futuro e como evitar esses ataques?

Economia Digital e Cibersegurança são dois fatores que precisarão caminhar juntos daqui para frente e, indiscutivelmente, buscar inovações a cada dia. De acordo com perspectivas, a segurança cibernética deve ser uma das principais preocupações das empresas e entidades nos próximos anos, já se estimando um aumento de 83% na busca de soluções em 2022. E não é para pouco! Afinal, estudos apontam que, pelo menos, 80% das empresas globais estão sob riscos de ciberataques no próximo ano e, evidentemente, isso inclui grandes corporações e pequenos negócios.
E como a sua empresa lidará com esse cenário? Especialistas reforçam que investir em cibersegurança hoje é estratégia fundamental para garantir a estabilidade, segurança e desempenho de qualquer projeto, plataforma ou ambiente digital. Logo, buscar soluções e ferramentas que mitiguem esses ataques, como o caso do WAF (Web Application Firewall) e a realização de Pentest, são considerados procedimentos indispensáveis para qualquer que seja a empresa.
Enfim, esse é um pequeno panorama para entender melhor a relação entre Economia Digital e Cibersegurança e porque ambos os temas têm sido debatidos paralelamente nos últimos anos, reforçando a importância de investimentos em inovação e tecnologia por parte das empresas.



Gostou do artigo? Compartilhe.

Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp

Faça parte da nossa lista de emails!